quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Ótima participação!

Ótima participação de todos os alunos no espaço para a atividade anterior. Existiram fundamentações bem escritas e trabalhadas, o que ainda nos enche de expectativas quanto à esta geração no que diz respeito à consciência política e participação cidadã. Muito bom. Aguardem a próxima atividade e utilizem os comentários desta postagem para dar sugestões, fazer críticas, colaborar quanto à qualquer assunto de sociologia e sugerir links novos e úteis para publicarmos posteriormente.
Obrigado e bom trabalho!

Professor Francisco das Chagas. 

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

ATIVIDADE: Leia atentamente o texto, reflita, discuta com sua família e siga as orientações para a realização da atividade

POLÍTICA, DEMOCRACIA E DEMAGOGIA


Vivemos em um Estado democrático por direito. Isto significa dizer que vivemos em um país onde existem leis que garantem nosso direito de escolher os representantes políticos por meio da democracia, no caso atual, por intermédio da maioria de votos computados para este ou aquele candidato.
Neste sentido, participar do jogo político é perfeitamente natural e vai além das eleições. Todo e qualquer ato social, socializante, reclamatório, reinvidicatório, de luta ou de justiça faz parte da ação política. Assim, por natureza, o ser humano é um ser social que por excelência é um ser político, o que o torna um ser social.
No entanto nem tudo são flores. No jogo político também há a presença da demagogia, sobretudo na política partidária de nossos dias. Veja o que Gilberto Dimenstein (2008, p. 228) escreve a respeito:

Muitos candidatos a cargos públicos usam este tipo de prática e abusam dele para obter apoio dos eleitores sem ter efetivo compromisso com suas promessas. Confiando no fato de que “a memória do povo é curta”. Vários desses políticos conseguem se reeleger sucessivas vezes atuando de forma clientelista, arrumando empregos para “cabos eleitorais”, aparecendo em inaugurações de obras de modo oportunista e usando outras formas para aparentar proximidade com o povo.
Portanto, a participação política é livre, e como a sociedade brasileira tem muitos problemas para serem resolvidos, é natural que as pessoas se organizem para fazer valer seus direitos. Mesmo assim, ainda há quem diga que não quer se envolver em política, geralmente pelo fato de essa palavra estar associada às práticas impróprias de parlamentares e governantes.
Entretanto, é importante que todas as pessoas percebam quer viver em sociedade exige posicionamento político em relação a uma infinidade de questões. Não é possível, portanto, que alguém deixe de exercer sua cidadania diariamente – mesmo quando não quer se posicionar sobre algum assunto, essa atitude também é política. Isto é, agindo assim caímos na omissão.
Em relação aos problemas que envolvem o exercício de cargos públicos, a população tem em mãos um poderoso instrumento para corrigir desvios. É o voto.

E o que você acha? Utilize a ferramenta “comentários” e deixe suas considerações e reflexões sobre política e o momento em que estamos vivendo na atualidade: suas perspectivas e expectativas; o que realmente você pensa sobre eleições; qual a importância da política para a sua vida, entre outras questões. Seja objetivo, porém coerente e elabore um texto crítico. Utilize no máximo 06 linhas (sugestão: escreva primeiro no editor de textos e depois “cole” nos comentários). É fundamental que após as considerações escreva seu nome completo, número, série e turma! Esta é a atividade e boas reflexões...

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Cultura - Primeiras apresentações I

Algumas turmas já iniciaram suas apresentações com relação aos temas propostos. Tem trabalhos muito bons e divertidos. Aproveitarei este espaço para postar algumas elaborações (em vídeo ou editores de apresentação) para que todos possam compartilhar o conhecimento. Até mais!
video